Premium Contabilidade Assessoria e Auditoria

Contabilidade no Distrito Federal

Abertura de Empresa

Agir como dono: sua empresa aceita isto?

A cada dia que passa mais e mais ouvimos nos ambientes empresariais que é necessário ter “cabeça de dono”. Pensar como dono. Agir como dono.

 

Concordo plenamente. Quanto mais os profissionais tiverem uma visão das empresas, do mercado em que atuam e de modo mais abrangente da sociedade, melhor será a sua performance e mais ele poderá contribuir com o sucesso da organização.

 

Está claro que o novo conceito de empreendedorismo demonstra que “não é mais necessário ter uma empresa para ser empreendedor”. Perfeito. Concordo novamente.

 

O fundamental para o profissional atual é ter uma atitude empreendedora.

 

 

Sua empresa permite uma postura empreendedora?

 

Aqui é que pega. Este é o ponto.

 

Quem empreende acerta e erra. Normalmente mais se erra do que se acerta, principalmente no início. Erro significa custo.

 

E aí, já pensou? Sua empresa permite esta postura?

 

O fato é que estamos numa grande encruzilhada.

 

Percebemos claramente que as gerações mais jovens buscam ser empreendedores. Pesquisas mostram isto de modo inconteste. A percepção de quem trabalha também.

 

As empresas por outro lado buscam reter os seus melhores e jovens talentos mesmo sabendo que o “sonho” do jovem é empreender. Para tanto é obrigada a permitir que os mesmos desenvolvam o intraempreendedorismo de modo consistente.

 

Por outro lado os executivos são massacrados diariamente para reduzir custos. Onde se reduz custo em demasia não é permitido errar.

 

Entenderam a equação? O que fazer?

 

Primeiramente devemos ter a consciência e total certeza de que este sonho empreendedor não é passageiro. Acreditem. Não é. As pessoas querem cada vez mais ter o domínio da sua vida, de seus horários, de seus anseios. Trabalhar para uma grande empresa, multinacional de preferência, não é mais a Meca da Felicidade. O que foi para a minha geração o maior sonho de consumo universitário, hoje é apenas uma opção que pode ser considerada desde que uma série de situações sejam bem definidas e aceita pelas empresas.

 

Isto deve ser pensado no Planejamento Estratégico das organizações. Criar uma Cultura empreendedora é algo que precisa estar na agenda dos Líderes no mais alto escalão. Reduzir custos com certeza estará nesta agenda, entretanto não às custas dos erros dos jovens empreendedores.

 

Este assunto é muito importante para ser tratado de outra forma que não a exposta acima. Quer ter futuro? Injete empreendedorismo na veia das pessoas, traga-as para perto de você e tome doses cavalares de Cultura Empreendedora. A receita é esta. Siga corretamente. A saúde e o futuro da sua empresa agradecem.

 

Airton Carlini
Fonte: exame.abril.com.br

Premium: Contabilidade, Assessoria e Auditoria
Setor Comercial Sul, Quadra 01, Bloco I, Salas 702, 703 e 704, Edifício Central, Asa Sul, Brasilia, DF 70304-900
Tel.: (61) 3964-9328 / 3244-4605 / 3224-4041 / 99279-1914 (claro)