Premium Contabilidade Assessoria e Auditoria

Contabilidade no Distrito Federal

Abertura de Empresa

Como escolher uma franquia

Se você está em dúvida sobre como escolher uma franquia, a equipe das Mulheres Empreendedoras elaborou um roteiro completo que cobre o passo a passo do processo de escolha de uma franquia.

O mercado está cheio de opções. Afinal de contas, o segmento da franchising, é um dos que mais tem crescido nos últimos anos no Brasil, e mesmo neste momento de crise, dá mostras do seu vigor, resistindo ao cenário adverso.

Nossas dicas de como escolher uma franquia, são fruto de uma ampla pesquisa realizada pela nossa equipe, junto a profissionais de mercado e empresas especializadas. O resultado é um roteiro que certamente irá lhe ajudar a tomar essa decisão tão importante.

Defina o que você realmente quer fazer

Esse é o primeiro passo para quem deseja embarcar no segmento da franchising. Entrar em um negócio simplesmente pelo retorno financeiro que ele pode proporcionar, nem sempre é a melhor atitude.

A experiência mostra que a grande maioria dos franqueados de sucesso trabalham em áreas com as quais possuem afinidade e isso acaba por se refletir no negócio. Por isso é essencial que acima do resultado financeiro do negócio, esteja a sua satisfação pessoal, caso contrário, a coisa não flui.

Outro ponto importante na questão de como escolher uma franquia é saber se você tem o perfil para ser um franqueado. Todas as franquias possuem regra e procedimentos que você deve seguir. Se por um lado isso é bom, pois você já adquire uma rotina, para as pessoas mais criativas isso pode se transformar em um obstáculo.

Isso não significa dizer que as pessoas mais criativas não devam buscar uma franquia, mas é importante deixar claro que, principalmente em marcas mais consolidadas, não há muito espaço para inovações.

Conheça o funcionamento do negócio

Outra dica importante para quem deseja informações sobre como escolher uma franquia é pesquisar e conhecer muito bem como funciona o sistema para depois não se arrepender.

Essa é uma fase que, infelizmente muitos empreendedores pulam, mas é essencial para não sofrer decepções depois.

O setor da franchising possui regras próprias e muitas delas, completamente diferentes do que você teria se estivesse montando um negócio próprio. Portanto, antes de tudo busque muita informação sobre o funcionamento do negócio e o mercado.

Cuidado com as armadilhas

Como em qualquer outro negócio, o setor da franchising também possui algumas armadilhas que você precisa evitar. Embora para o leigo, todas as franquias sejam iguais, em termos de potencial de crescimento, na verdade não é bem assim que a coisa funciona.

Um exemplo, inclusive, bem recente, é o que se convencionou chamar das franquias “da moda”, ou seja, franquias que surgem do nada, viram uma verdadeira febre entre os empreendedores e depois acabam se revelando um verdadeiro fracasso.

Franquias com um modelo de negócio fácil de serem copiadas, como as franquias de manutenção doméstica, yogurterias e paleterias, só para das alguns exemplos, tendem a ser uma péssima opção, já que qualquer um pode abrir um negócio igualzinho ao seu lado, sem os custos de uma franquia.

Outro a ser tomado por quem busca saber como escolher uma franquia precisa toma nestes tempos de crise econômica, é não embarcar um negócio, que nesses tempos bicudos, tenha a chance de ver seu faturamento cair muito em função da perda do poder aquisitivo da população.

Examine minuciosamente as condições da franquia

Escolhido um setor com o qual você tenha afinidade e que não está entre os segmentos mais sensíveis à crise, é hora de analisar as condições para aquisição dessa franquia, para podermos chegar à parte final que é a adequação financeira.

Portanto, para quem está em dúvida sobre como escolher uma franquia, listamos alguns itens críticos a serem observados:

  • Transferência de know-how – Esse é um ponto fundamental neste tipo de negócio e principal atrativo para um modelo de franquia. Avalia se a empresa realmente tem tempo de existência o suficiente para ter acumulado alguma expertise que você não posa desenvolver por conta própria.
  • Treinamento – Qual é o treinamento oferecido pela marca, tanto para você quanto para os seus colaboradores? De que forma será dada, onde e a que custo? Esse item está previsto detalhadamente em contrato?
  • Taxas envolvidas – Toda franquia envolve diversas taxas que variam bastante de empresa para empresa. Pesquise e deixe bem claras as taxas envolvidas no contrato de franquia. Nunca aceita condições meramente verbais.
  • Tempo do contrato – Esse é um item que parece pouco importante, mas é fundamental para determinar seu ponto de equilíbrio do investimento. Jamais aceite prazos de contrato que sejam inferiores ao tempo estimado (por você) para retorno do investimento.

Esses pontos podem parecer óbvios para algumas pessoas, mas acreditem, as grandes decepções na franchising brasileiras nascem da inobservância destas questões.

Franquia ou startup?

Outro cuidado que deve ser tomado por que está em busca de como escolher uma franquia é fazer uma distinção bem nítida do que é uma franquia e o que é uma startup. Parece confuso? Então vou lhe explicar.

O modelo de franchising presume que a empresa possui uma vasta experiência no mercado e vai compartilhar essa experiência com você, acelerando o seu negócio através da transferência de tecnologia, concorda?

Então, se a empresa é nova, digamos, com um ou dois anos de mercado, que experiência esse pessoal pode ter acumulado? Nenhuma que justifique uma taxa de franquia. É o que chamamos de startup, uma boa idéia, travestida de franquia. Muito cuidado com essa armadilha!

 

Fonte: Empreendedor On Line

 

Premium: Contabilidade, Assessoria e Auditoria
Setor Comercial Sul, Quadra 01, Bloco I, Salas 702, 703 e 704, Edifício Central, Asa Sul, Brasilia, DF 70304-900
Tel.: (61) 3964-9328 / 3244-4605 / 3224-4041 / 99279-1914 (claro)