Premium Contabilidade Assessoria e Auditoria

Contabilidade no Distrito Federal

Abertura de Empresa

Verizon está pronta para acordo de US$130 bi com Vodafone

A Verizon Communications está pronta para assumir o controle total da sua operadora de telefonia móvel nos Estados Unidos, em um acordo de 130 bilhões de dólares para comprar a fatia que a parceira europeia Vodafone tem na Verizon Wireless, acabando com um impasse empresarial que já durava uma década.

 

A empresa britânica disse na noite de domingo que estava em negociações avançadas com a Verizon para vender sua participação de 45 por cento na joint venture Verizon Wireless por dinheiro e ações, naquele que seria o terceiro maior negócio já fechado no mundo.

 

Pessoas familiarizadas com a situação disseram à Reuters que esperam um anúncio oficial após o encerramento do mercado em Londres nesta segunda-feira, depois que o conselho da Verizon se reunir para votar a oferta pela maior operadora de telefonia móvel dos EUA.

 

A investida para vender a Verizon Wireless encerra um capítulo expansionista para uma das empresas mais famosas da Grã-Bretanha, que cresceu rapidamente nos últimos 20 anos através de uma série de ofertas agressivas para levar sua marca a mais de 30 países na Europa, África e Índia.

 

O maior negócio do mundo, uma oferta hostil de 203 bilhões de dólares em 2000 pela alemã Mannesmann, fez da Vodafone a empresa que ela é hoje.

 

A nova Vodafone será menor, menos rentável e mais dependente de seus principais ativos na Europa, mas espera-se que a companhia use os recursos advindos da operação para reconstruir o negócio via aquisições menores e investimentos na rede.

 

A especulação que a Vodafone poderia, ela própria, tornar-se um novo alvo de aquisições já começou, e as notícias do acordo pendente levaram suas ações a subirem até 4 por cento, para o maior valor em 12 anos, nas negociações pré-mercado nesta segunda-feira.

 

Sob os termos do acordo proposto, a Vodafone receberia 60 bilhões de dólares em dinheiro, 60 bilhões em ações da Verizon, e um adicional de 10 bilhões por negócios menores, com a operação somando 130 bilhões de dólares, afirmaram duas pessoas familiarizadas com o assunto à Reuters.

 

Para bancar a parcela em dinheiro do acordo, a Verizon acordou o financiamento de até 65 bilhões de dólares com quatro bancos: JPMorgan Chase, Morgan Stanley, Barclays e Bank of America Merrill Lynch, disseram as fontes.

 

Os bancos se comprometeram com o financiamento, que deverá ser dividido igualmente entre as quatro instituições, afirmaram duas pessoas.

 

A Vodafone entrou nos Estados Unidos em 1999, através de uma série de acordos que resultaram na formação da Verizon Wireless em 2000, na qual a Verizon Communications possui 55 por cento e a Vodafone, o restante.

 

Mas os dois lados entraram em confronto quase que imediatamente e a parceria enfrentou uma série de dificuldades ao longo dos anos, com ambas as partes estudando, por vezes, assumir o controle total do negócio.

 

Fonte : www.exame.abril.com.br

Premium: Contabilidade, Assessoria e Auditoria
Setor Comercial Sul, Quadra 01, Bloco "i", Salas 702, 703 e 704, Edifício Central, Asa Sul, Brasilia, DF 70304-900
Tel.: (61) 3964-9328 / 3244-4605 / 3224-4041 / 99279-1914 (claro)