Premium Contabilidade Assessoria e Auditoria

Contabilidade no Distrito Federal

Abertura de Empresa

5 maneiras inteligentes de ser um bom conversador

É fato que ter um networking poderoso é fundamental para qualquer profissional que quer ter sucesso no mercado, porquanto vivemos na era do relacionamento e devemos deixar nossas marcas inseridas na mente de nossos semelhantes, fazendo com que sejamos lembrados constantemente, de modo a otimizarmos nosso valor e consequentemente obtermos vantagem competitiva.

 

Os diversos tipos de personalidade que as pessoas possuem transformam nossas vidas em um desafio constante e em uma busca incessante por conquistar nosso espaço na sociedade. Nessa batalha interpessoal, sairão vencedores todos aqueles que souberem interpretar o comportamento alheio, provendo os meios necessários para a obtenção da conquista da confiança de seus pares. Obviamente, não podemos passar por cima de nossos princípios e convicções, todavia podemos usar nossa inteligência emocional para logramos êxito perante essa importante questão.

 

 

Em minha caminhada profissional tenho observado que muitas pessoas não conseguem crescer porque não aprenderam a controlar essa situação, destarte elas simplesmente fracassam e o fato interessante de tudo isso é que na maioria das vezes não é pela falta de intelecto ou títulos, mas sim pela incapacidade de fomentar um ambiente saudável com aqueles que estão ao seu redor.

 

Carlos Drummond de Andrade disse que: “Ninguém é igual a ninguém. Todo o ser humano é um estranho ímpar.” Assim, é importante saber que nem todas as pessoas irão nos respeitar e nos dar atenção. Todavia, podemos criar um elo forte com outras, gerando estabilidade e fortalecendo nossa sintonia com elas.

 

Seguindo o raciocínio dos parágrafos acima e sabendo das dificuldades que as pessoas tem em dominar essa variável, elaborei 5 formas inteligentes de otimizarmos nossas habilidades de conversação, criando uma atmosfera pacífica e gerando um upgrade em nossa vida pessoal e profissional. Confira:

 

1 – Faça as pessoas gostarem de você: era uma manhã de domingo e eu havia comprado um jornal em uma banca ao lado da minha casa quando percebi que havia uma roda de amigos que estavam conversando sobre futebol enquanto tomavam uma “gelada”. Tudo caminhava para a normalidade até que algo me chamou a atenção: no meio de várias pessoas uma se destacava das demais, pois sua habilidade de dialogar era fantástica e isso entusiasmava as outras pessoas. Naquele dia eu aprendi uma lição para o resto da minha vida: influenciar pessoas nada mais é do que fazer com que elas se sintam bem ao seu lado.

 

2 – Saiba respeitar as opiniões: infelizmente nossa cultura social faz com que pessoas que possuem pensamentos diferentes dos nossos sejam vistas sempre como inimigas, ou seja, elas passam a ser combatidas, criticadas e isoladas até que aceitem as regras impostas pela maioria que se julga no direito de dar as cartas sem que ninguém interfira. Sem dúvidas, essa é uma afronta a criatividade humana e não devemos nos ajuntar a esses abutres, pelo contrário devemos valorizar e exaltar quem discorda de nossas ideias, pois é somente desta maneira que nos tornaremos seres mais desenvolvidos, competentes e inovadores.

 

3 – Saiba perguntar e ouvir estrategicamente: primeiramente, você deve aprender a fazer perguntas que incitem a curiosidade alheia, de modo que a mesma se sinta entusiasmada em buscar uma resposta que atenda as suas expectativas. Por outro lado, a habilidade de receber esse feedback de forma positiva também representa um fator chave para o sucesso de um diálogo, portanto, busque ouvir atentamente e tente compreender o que a outra parte quer transmitir para você, gerando empatia e criando uma afinidade peculiar com ela.

 

4 – Seja verdadeiro sem ser deselegante: um homem virtuoso não mente para as pessoas, tendo em vista que ele cria uma credibilidade com as mesmas e cumpre tudo aquilo que foi acordado, não dando margem para a hipocrisia e para as manipulações. No entanto, isso não quer dizer que ele se tornará um ser desalmado que não sabe discernir os momentos em que deve usar o bom senso para agir de maneira sábia. Em outros termos, é impossível ser verdadeiro o tempo todo, logo o que devemos fazer é ter prudência para podermos identificar em quais momentos usaremos a sinceridade ou não. Vale lembrar que não estou dizendo que devemos mentir, mas apenas segurar algumas de nossas palavras para que o nosso receptor não nos enxergue como alguém que possui uma vontade indomável de estar certo o tempo todo.

 

5 – Ame o próximo o máximo que puder: para praticar o perdão e o esquecimento (os dois pilares supremos da boa convivência) é obrigatório que você ame a outra criatura muito mais do que a si mesmo. Logicamente, isso não o transformará em um ser que vive apenas para os outros e tampouco o tornará uma pessoa sem amor próprio, pois é exatamente o inverso: você estará abrindo mão de seu egocentrismo (o que o fará crescer e evoluir espiritualmente), estará agindo de acordo com os princípios milenares de Jesus Cristo (o príncipe dos relacionamentos) e também estará dando um salto enorme para conquistar pessoas ao mesmo tempo em que se desgastará menos nas relações cotidianas por conta de livrar sua mente dos pensamentos negativos.

 

Nesse mundo moderno vencerá aquele que souber que sua maior força não está em si mesmo, mas sim no seu semelhante, porquanto é ele quem detém o poder para levantá-lo ou rebaixá-lo. Portanto que possamos fazer das pessoas não o motivo de nossas frustrações, mas sim uma razão para termos esperança.

 

Autor: Pablo de Paula
Fonte: http://www.administradores.com.br/

Premium: Contabilidade, Assessoria e Auditoria
Setor Comercial Sul, Quadra 01, Bloco "i", Salas 702, 703 e 704, Edifício Central, Asa Sul, Brasilia, DF 70304-900
Tel.: (61) 3964-9328 / 3244-4605 / 3224-4041 / 99279-1914 (claro)