Premium Contabilidade Assessoria e Auditoria

Contabilidade no Distrito Federal

Abertura de Empresa

Como reduzir os custos na sua empresa

Abaixo estão assinaladas algumas ideias simples de serem colocadas em prática e que poderão trazer uma considerável redução de custos para sua empresa.

 

Home Office: Se você baseia suas atividades na prestação de serviços diretamente ao cliente, deve considerar a hipótese de trabalhar em casa (home office) ao invés de alugar uma sala comercial. Salas comerciais geram muitos gastos que talvez, possam ser evitados. Além do aluguel, existem taxas de condomínio e IPTU que são de responsabilidade do inquilino. 

Se sua empresa presta serviços ou até mesmo executa vendas pela Internet, uma boa alternativa é levar seu escritório para dentro de casa. Assim você também reduz os gastos que teria com locomoção até o seu escritório. No entanto, você deve tomar cuidado para não misturar os ambientes da casa com o trabalho. Tenha um local reservado e com privacidade para que você não seja interrompido a todo momento por assuntos domésticos e não se esqueça de incluir no preço dos serviços, os gastos com Internet, luz e telefone que você também terá em casa.

 

Escritórios Virtuais: Essa solução funciona muito bem quando agrupada ao home office. Escritórios virtuais estão se tornando cada vez mais populares nas grandes cidades devido à praticidade e conforto que oferecem aos pequenos empresários. Trata-se de um local onde você pode ter acesso a uma completa infraestrutura com escritório, salas de reunião, serviço de copa, impressão, acesso a Internet, Fax, atendimento telefônico personalizado com o nome da sua empresa, anotação e transmissão de recados, transferência de ligações, além de uma infinidade de outros serviços. Tudo isso, por valores muito atrativos. Alguns escritórios virtuais oferecem planos a partir de R$ 300,00. Realmente é muito melhor do que ter uma sala comercial alugada. E se você trabalhar em home office poderá utilizar o escritório virtual para fazer uma reunião com seus clientes. Assim, sua empresa terá um endereço comercial bem localizado no centro da cidade e isso trará uma imagem de mais profissionalismo.

 

Terceirização: Terceirizar também é uma excelente maneira de reduzir custos. Analise as atividades da sua empresa, e veja quais delas você poderá terceirizar. É comum que pequenos empreendedores em início de carreira se iludam pelo mito de que se quiser algo bem feito deve-se fazer você mesmo. Confie nos profissionais qualificados do mercado e deixe que eles cuidem daquilo que você não pode ou não sabe fazer.

 

Consultoria Tributária: Fazendo um bom planejamento tributário, sua empresa pagará menos impostos. Quais alternativas fiscais existem para sua empresa. Compensa pagar honorários dignos a esse profissional, pois ele ira fazer voce economizar muitos reais em impostos. As multas que a Receita Federal aplica são pesadas e podem levar muitas empresas a fechar suas portas.

 

Reduzindo Contas: Analise suas contas de energia, telefone e Internet, e veja o que você está pagando a mais sem usar. Dependendo da sua atividade você não precisa do plano telefônico mais caro, com mais minutos; muito menos da Internet Banda Larga mais rápida possível. Analise dentro das necessidades do seu negócio.

 

Quadro de Pessoal: Reavalie seu quadro de pessoal. Veja se os salários estão de acordo com o piso salarial para cada categoria e a média de mercado. Mas sempre valorize e incentive seus funcionários, pois eles são os maiores ativos que as empresas possuem. É melhor ter 10 excelentes funcionários do que ter 15 bons funcionários. Pense nisso.

 

Estagiários: Uma boa opção de conseguir mão de obra qualificada e de baixo custo é através da contratação de estagiários e aprendizes. Existem legislações próprias sobre esse tipo de contratação. Contratar estagiários é uma excelente opção, pois são jovens que estão se graduando e possuem um enorme interesse em aprender e crescer profissionalmente. Por estarem em início de carreira não têm muitos vícios de trabalho e são mais fáceis de serem treinados.

 

Pró-labore: Muitos empreendedores têm a falsa ideia de que ao montar uma empresa poderão retirar os lucros das mesmas indiscriminadamente. Isso não é verdade. Saiba separar seus gastos pessoais dos profissionais. Um erro comum é utilizar dinheiro da empresa para custear despesas pessoais e vice-versa. Estipule um valor de retirada mensal que servirá como Pró-labore e faça suas despesas pessoais à partir dessa remuneração. Não é porque a empresa tem R$ 20 mil de lucro líquido mensal que você poderá colocar todo esse dinheiro no bolso. Se agir dessa maneira ficará sempre endividado pagando altos juros do cheque especial ao banco para ter capital de giro suficiente para cobrir as despesas de curto prazo de sua empresa.

 

Cuidado com o Banco: Evite cair na tentação de pegar dinheiro emprestado com o banco utilizando a margem da conta da empresa. Os juros são muito elevados e você pode cair em um efeito “bola-de-neve”. Negocie os juros com seu gerente e evite ter muitas contas em vários bancos, pois isso significa mais taxas e tarifas a pagar. Diminua a utilização dos cheques e substitua-os pelas transferências bancárias.

 

Pague à vista: Sempre que for possível pague seus fornecedores à vista. Assim, você poderá negociar descontos já que os fornecedores têm interesse em receber o dinheiro o quanto antes para aumentar o caixa, concedendo bons descontos a você.

 

Negocie com fornecedores: Muitos empreendedores iniciantes não possuem o hábito de negociar com seus fornecedores e, muito menos, com os clientes. Peça descontos, pesquise e Aprenda técnicas de negociação e veja como você poderá reduzir os gastos com matéria-prima e insumos de forma considerável. Crie uma lista com, no mínimo, três fornecedores diferentes para cada produto ou serviço que você adquirir. Dessa forma, você será capaz de obter sempre o melhor preço no momento da compra.

 

Despesas com Transporte: Se sua empresa utiliza o serviço dos Correios para entregar seus produtos, verifique a possibilidade de firmar um convênio com os Correios para os serviços de Sedex e PAC. Com isso, você pode reduzir consideravelmente os custos com envio de produtos, o que irá aumentar seu poder competitivo e reduzir seus custos. Pesquise também com transportadoras: algumas podem oferecer preços e condições melhores que as dos Correios.

 

Essas foram algumas dicas para você diminuir os custos na sua empresa. Pense e reflita sobre quais outras alternativas você pode incluir.

 

Fonte:  http://www.novonegocio.com.br

Premium: Contabilidade, Assessoria e Auditoria
Setor Comercial Sul, Quadra 01, Bloco I, Salas 702, 703 e 704, Edifício Central, Asa Sul, Brasilia, DF 70304-900
Tel.: (61) 3964-9328 / 3244-4605 / 3224-4041 / 99279-1914 (claro)