Premium Contabilidade Assessoria e Auditoria

Contabilidade no Distrito Federal

Abertura de Empresa

ONU revela o que impede a felicidade do brasileiro

Segundo o Relatório Global de Felicidade, da Organização das Nações Unidas (ONU), um dos grandes vilões para a felicidade do povo brasileiro é uma velha conhecida: a corrupção.  

 

Não que o Brasil seja infeliz. Ocupa um honroso 24º lugar entre os 156 países pesquisados. Isso significa uma maior satisfação com a vida que os cidadãos da França e Alemanha e vizinhos como Argentina e Chile. A Dinamarca ficou em primeiro. 

 

Mas uma comparação atenta com a campeã do mundo mostra que alguns fatores pesam bastante contra a plena realização dos brasileiros. Quando se trata de corrupção, por exemplo, a percepção nacional é quase quatro vezes pior que a dinamarquesa.

 

Os protestos de junho, que tiveram como uma de suas principais bandeiras a luta contra a corrupção, parecem corroborar a avaliação da ONU.

 

Para chegar a esse ranking, divulgado na segunda-feira, além de indicadores tradicionais, como PIB per capita, a pesquisa levou em conta valores imateriais como a percepção de corrupção, a liberdade para se fazer escolhas, a percepção de generosidade, a sensação de emoções boas e ruins (sejam momentâneas ou duradouras) e ainda o fato de se ter alguém com quem contar em tempos difíceis (critério nomeado como "apoio social"). 

 

Veja, na tabela abaixo, a comparação entre os indicadores do Brasil e da Dinamarca. 

 

CritériosDinamarca (1º)Brasil (24º)
Apoio social
0,963
0,904
Liberdade de fazer escolhas
0,937
0,829
Percepção de corrupção
0,176
0,646
Doação
0,629
0,252
Generosidade
0,2222
-0,07
Emoções positivas (no presente)
0,776
0,794
Emoções negativas (no presente)
0,179
0,288
Felicidade (geral)
0,647
0,853
PIB per capita
32.333
9.942
Expectativa de vida saudável
71,228
60,5

Salta aos olhos ainda a enorme diferença entre o PIB per capita do Brasil e da Dinamarca: o brasileiro é 3 vezes menor que o do país escandinavo. 

 

Mas, como mostram os demais indicadores, dinheiro só traz felicidade se vier acompanhado de bons amigos (ou familiares), liberdade e uma sociedade livre de corrupção, de acordo com a ONU.

 

Chama atenção ainda o mal desempenho nacional no indicador de generosidade - que é diretamente proporcional à felicidade. Estamos muito atrás dos dinamarqueses. Este ponto, porém, é possível que venha a ser contestado por muitos brasileiros. 

 

Fonte: www.exame.abril.com.br

Premium: Contabilidade, Assessoria e Auditoria
Setor Comercial Sul, Quadra 01, Bloco I, Salas 702, 703 e 704, Edifício Central, Asa Sul, Brasilia, DF 70304-900
Tel.: (61) 3964-9328 / 3244-4605 / 3224-4041 / 99279-1914 (claro)