Premium Contabilidade Assessoria e Auditoria

Contabilidade no Distrito Federal

Abertura de Empresa

Seguro-desemprego não muda

O Ministério da Fazenda ganhou a batalha para manter o reajuste do seguro-desemprego com base apenas na variação da inflação.

 

Em votação realizada ontem pelos integrantes do Codefat (Conselho Deliberativo do Fundo de Amparo ao Trabalhador), o governo derrotou por 9 votos a 7 a proposta defendida pelos trabalhadores de retomar a política de reajuste em vigor até o ano passado, que garantia um aumento real para o valor do benefício.

 

O próprio ministro do Trabalho, Manoel Dias, chegou a defender a suspensão da regra implementada por seu antecessor (Brizola Neto) no início deste ano.

 

Dias queria retomar o mecanismo de reajuste aplicado ao salário mínimo, que garante a alta da inflação medida pelo INPC (Índice de Preços ao Consumidor) mais a variação da taxa de crescimento da economia de dois anos antes.

 

Com o reajuste pela inflação, o seguro-desemprego subiu 6,2%; a alta pela regra agora vetada, seria maior, de 9%.Caso a fórmula antiga voltasse a reajustar o benefício, o governo teria um gasto adicional de R$ 250 milhões.

 

Fonte: destakjornal.com.br

Premium: Contabilidade, Assessoria e Auditoria
Setor Comercial Sul, Quadra 01, Bloco "i", Salas 702, 703 e 704, Edifício Central, Asa Sul, Brasilia, DF 70304-900
Tel.: (61) 3964-9328 / 3244-4605 / 3224-4041 / 99279-1914 (claro)